VW Gol 2017 é lançado com opção de motor 1.0 MPI aspirado

Novo VW Gol 2017 é lançado com novo visual e nova opção de motor mais econômico. Confira os preços das versões!



A Volkswagen já lançou o Gol modelo 2017. E agora o carro mais vendido da categoria está com visual novo e ainda por cima com preços competitivos a ponto de ficar abaixo do HB20 em sua versão de entrada.

Falando em versão, o novo VW Gol 2017 tem uma vasta gama a oferecer. São onze ao todo.

Outra atração do VW Gol 2017 é o novo motor 1.0 de três cilindros que possui um bom desenvolvimento e economia de combustível.

Vamos então ver o que tem de novo no compacto da Volkswagem. Por fim, veremos o preço de cada versão do VW  Gol 2017.

Por fora, mesmo as mudanças tendo sido leves, visivelmente o novo Gol 2017 está com a cara mais puxada para o Polo europeu. A traseira ficou mais robusta, tal como aconteceu com o Fox.

Mas a grande mudança mesmo ficou com o interior realmente reformulado. Se antes ele trabalhava com as linhas arredondadas, agora, como podemos ver nas imagens, está mais parecido com o do Passat e suas linhas sóbrias. O painel, alias, está longe de ser parecido com um de carro popular. Isso porque está maior, robusto para poder abrigar o rádio de bandeja dupla. Além do mais, o volante é igual ao que equipa os carros médios da Volkswagen. Os relógios bem mais detalhados e iluminados no painel contribuem também para essa mudança visual notável.

Quem gosta de tecnologia poderá optar entre as três centrais multimídia disponíveis. Sendo que todas as versões dispõem do App-Conect para integrar seu smartphone ao veículo.

Entretanto, é claro que as mudanças estéticas não são a única coisa que chama atenção no novo VW Gol 2017. Afinal de contas, temos a nova opção de motor três cilindros aspirado EA211 1.0 MPI. Com ele, se tem 75 cv usando gasolina, ou 82 cv com o uso de etanol, a 6.250 rpm e torque de 9,7 ou 10,4/4 kgfm respectivamente a utilizar gasolina ou etanol.

Confira agora o preço de cada versão do novo VW Gol 2017:

VW GOL 2017 Trendline 1.0 - R$ 34.890;
VW GOL 2017 Trendline 1.6 - R$ 40.190;

VW GOL 2017 Comfortline 1.0 - R$ 42.690;
VW GOL 2017 Comfortline 1.6 - R$ 47.490;
VW GOL 2017 Comfortline 1.6 i-Motion - R$ 50.790;

VW GOL 2017 Highline 1.6 - R$ 51.990;
VW GOL 2017 Highline 1.6 i-Motion - R$ 51.990;

VW GOL 2017 Connect 1.0 - R$ 45.190;
VW GOL 2017 Connect 1.6 - R$ 49.990;
VW GOL 2017 Connect I-Motion - R$ 53.290.


O que fazer quando o carro ferve?

Na cidade ou na estrada, motor do carro "fervendo" é sinônimo de preocupação. E essa preocupação é realmente de se esperar. Água no radiador acima da temperatura indicada afeta de maneira considerável as peças do motor.



Portanto, em primeiro lugar devemos evitar o máximo que pudermos o sobreaquecimento do sistema de arrefecimento do automóvel. Mas se mesmo assim não der certo e a água esquentar além do normal, precisamos ter em mente o que fazer para que as coisas não piorem.

O que fazer quando a temperatura começar a subir muito?

Quando o marcador de temperatura do motor passa do meio, é hora de tomarmos precaução. É claro que passar menos de um tracinho não quer dizer que a temperatura está desregulada. Mas se passar do meio e continuar subindo, aí sim é hora de dar atenção.

Nesse caso, se não for possível parar imediatamente, é recomendado que ligue o ar quente para que assim o calor seja dissipado. Lembrando que esse é apenas um método de emergência e você deve estacionar o carro e deixar esfriar o mais rápido possível.


Quando sobreaquece muito?

O que devemos fazer, sempre que há um sobreaquecimento do motor, é
estacionarmos o carro o quanto antes. Então essa é a  medida que se impõe. Entretanto, na maioria das vezes que o motor aquece demais, é normal o vapor sair pra fora do capô com pressão. Logo, se estiver saindo fumaça, é melhor esperar que ela pare totalmente antes de abrir o capô, do contrário poderá causar fortes queimaduras.

Assim que abrir o capô, apenas espere pelo menos de 30 a 45 min. antes de qualquer coisa. Esse é o tempo médio de esfriamento do motor. E levantar o capô ajudará no resfriamento. Como o automóvel deu problema, é bom que se chame o guincho para tirá-lo e levar direto para realizar a manutenção.

Caso você não sinta segurança para abrir o capô, apenas estacione e espere.

Não jogue água fria, isso provavelmente danificará o motor.

Quando o ponteiro não marca a temperatura do motor

Muitas vezes pode acontecer do sensor de temperatura da água estar com defeito, ou então algum problema na instalação elétrica do veículo, fazendo com que a temperatura seja marcada incorretamente. Dessa maneira, o motor acaba fervendo sem que o painel tenha acusado.

Entretanto, vale lembrar que o normal não o motor sobreaquecer (ferver), por isso, caso aconteça, é sim necessário examinar qual é o real problema.

Renault Duster Oroch 2017 surpreende

Nova Duster Oroch 2017: saiba o que vem de novo, versões e preços




Competindo forte no seguimento das picapes pequenas no mercado brasileiro, a nova Duster Oroch 2017 consegue conciliar potência, estilo e tecnologia de uma maneira que surpreende se comparada aos outros concorrentes na mesma categoria.

E ao que parece a intenção da Renault com a nova Duster Oroch 2017 é mesmo mostrar seu diferencial. Mesmo que se sobressaia no preço, em contrapartida traz uma opção de ponta para quem procura uma picape pequena, fato esse que nunca se mostrou muito competitivo no país até então.

Espaço interno da Renault Duster Oroch 2017

Volante em couro ergonômico e bancos com ajuste, porta-objetos reestilizado, posição elevada ao dirigir assim como a versão SUV, descanso de braço, entre outros. Além do mais, a grande distância entre-eixos faz com que tenha ótimo espaço interno sem que isso limite o espaço da caçamba.

Renault Duster Oroch 2017 e sua performance mecânica

O grande destaque do modelo 2017 é certamente o câmbio automático da Renault que se adapta ao estilo de dirigir do motorista. Esse sistema chega a ser mais econômico do que o câmbio manual, pois além de contar com a opção de trocas manuais sequenciais, funciona de forma inteligente, só aumentando a rotação quando o motorista pisa fundo.


A tecnologia da Duster Oroch modelo 2017

Entre os apetrechos visando tecnologia e conforto que equipam a Duster Oroch 2017, podemos destacar o ar condicionado, sistema Media Nav Evolution integrado, tomada de 12 volts traseira, abertura interna da tampa de combustível, direção hidráulica multifuncional com limitador de velocidade, vidros dianteiros e traseiros com função one touch, sistema antiesmagamento e fechamento pela chave na versão Dynamique. Outros acessórios opcionais poderão ser selecionados.

Além disso, ainda vem equipada com o econômico motor 2.0 16V com a tecnologia Energy Smart Management, ou seja, que recupera a energia da bateria quando o carro é desacelerado, diminuindo assim o consumo de combustível.

Média de preço da nova Renault Duster Oroch 2017

Confira a média de preço do modelo 2017 da Duster Oroch (esses valores são apenas médias e podem variar):
  • Nova Duster Oroch 1.6 2017 (faróis de neblina, Media Nav Evolution e piloto automático): R$ 69.990;
  • Nova Duster Oroch Dynamique 2.0 2017 (direção eletro-hidráulica, Media Nav Evolution e piloto automático): R$ 71.990;
  • Nova Duster Oroch Dynamique 2.0 automática 2017 (direção eletro-hidráulica, Media Nav Evolution e piloto automático): 76.900.


Carro acelerando sozinho ou oscilando a aceleração: o que pode ser?

Carro acelerando do nada? Se apagando do nada? O que pode ser?


De repente o carro sobe sua aceleração sem que o motorista dê qualquer comando. Ou então, na hora que freia, a aceleração começa a baixar, até o motor se desligar de vez.

Pois o problema do carro acelerar/oscilar a aceleração sozinho do nada não é tão incomum quanto se possa pensar. E se o seu carro apresenta esse defeito, listamos aqui alguns fatores que podem estar contribuindo para isso.

Em primeiro lugar, muito pensam em ir diretamente ao atuador de marcha lenta para trocar essa peça. Mas não é porque há problema na aceleração do carro que ele será exclusivamente no atuador.

Acontece que o atuador de marcha lenta nada mais faz do que recolher informações de funcionamento do carro e, com isso, regular a melhor medida para manter a marcha lenta em ordem. Por isso, inúmeros fatores podem atrapalhar o seu trabalho. Vejamos!

SE O PROBLEMA ACONTECE QUANDO PISA NA EMBREAGEM

Pisou na embreagem a aceleração se descontrolou de vez? Pois então, é possível, nesse caso, que exista uma folga no virabrequim, fazendo com que o sensor de rotação mande informação equivocada ao atuador de macha lenta. Afinal de contas, a interpretação acaba sendo de que o motor está atrasado ou adiantado. Como nesse caso é um problema exclusivamente mecânico, o recomendado é que seja resolvido por um profissional devidamente habilitado para o serviço.

ENTRADAS FALSAS DE AR

Verifique as entradas de ar e se certifique que não há nenhuma entrada falsa, ou seja, entrando por onde não deve. Imagine que o cálculo inicial do módulo seja de uma certa quantidade de ar, contudo, de repente, há uma contradição nos registros, pois tem ar a mais entrando. Com isso é normal que haja um descontrole no resultado final.

ÀS VEZES BASTA SINCRONIZAR O MOTOR

O sistema de injeção eletrônica pode, inúmeras vezes apresentar defeitos aparentemente mirabolantes, mas que no fundo são bem simples de serem resolvidos. Veja, por exemplo o famoso motor fora de ponto. Sim, esse fator pode provocar uma série de irregularidades nas informações mandadas ao módulo de injeção eletrônica e, consequentemente, alterar de forma danosa o comportamento do sistema na aceleração.

PROBLEMA NA ELÉTRICA

Quando um problema mecânico como a aceleração descontrolada de um carro acontece, poucos se atentam à elétrica do mesmo. Pois não são raras as vezes que é exatamente aí que mora o problema.

Falta de aterramento, por exemplo, já muitas vezes preocupou donos de Corsa. Isso porque a falta de aterramento faz o módulo interpretar que precisa gerar mais energia ao alternador, portanto, acelera abruptamente.

Como se não bastasse, interruptores defeituosos, ou ligações malfeitas dos mesmos, acarretam o descontrole na aceleração dos carros.

SENSOR DE POSIÇÃO DA BORBOLETA

O sensor de posição da borboleta é que pode estar com defeito e o atuador de marcha lenta tenta se virar como dá.

Além disso, são muitas as vezes que ele não está com defeito, mas sim apenas desregulado. Nunca mexa na regulagem do sensor de posição da borboleta sem ter o devido conhecimento para isso. Mesmo que a regulagem pareça com a de um carburador, ela não funciona exatamente da mesma maneira.

EM ÚLTIMO CASO PODE SER O PRÓPRIO MÓDULO OU O ATUADOR DE MARCHA LENTA

Como já vimos, precisamos descartar todas as outras possibilidades antes de culparmos o atuador de marcha lenta, pois a sua funcionalidade pode estar abalada por uma série de informações erradas mandadas pelo módulo. Mas, sim, mesmo que seja raro, como qualquer outra peça do carro, ele pode dar defeito.

Por outro lado, o próprio módulo pode estar dando defeito e aí, claro, não mais o que fazer senão o trocar. Entretanto, essa é uma condição também difícil, a não ser que o mesmo tenha sofrido algum abalo muito forte, ou tenha defeito de fabricação.

PERFUME FERRARI BLACK E RED: Características e Preços

O perfume Scuderia Ferrari, seja ele na versão Black ou Red, além de uma ótima escolha de compra pessoal, também é uma belíssima opção de presente para quem você gosta. Por isso iremos falar aqui sobre as características e o preço desses produtos. Confira!


É muito difícil imaginarmos alguém que goste de carros e não goste da gigante Scuderia Ferrari. E não é por menos que o perfume Scuderia Ferrari, seja ele Black ou Red, conseguiu tanta fama por suas características e ótimo preço!

Oferecendo uma boa qualidade, os perfumes Scuderia Ferrari também são ótimas opções de presente para quem você sabe que adora carros.

Por isso mesmo vamos conferir aqui não só as características do perfume Scuderia Ferrari, como também veremos qual a média de preço desse produto no mercado, pegando os valores mais baixos oferecidos pelas lojas no Brasil!

Características do Perfume Scuderia Ferrari Black e Red

Com uma fixação média de três a quatro horas no corpo, os perfumes Scuderia Ferrari, seja Black ou Red, possuem características inconfundíveis e são notados por onde a pessoa passa.

A versão Black, talvez a mais conhecida de todas, equilibra muito bem as notas de frutas e flores, o tornando suave, mas sem perder sua identidade marcante. Esse é muito mais utilizado pelos jovens, na média dos 18 aos 33 anos de idade.

Por outro lado, a versão Red é considerada mais cítrica e sóbria em relação ao Ferrari Black.

Geralmente se usa o Black para a noite, enquanto o Red fica para outros momentos. Entretanto, se analisarmos dos dois perfumes, logo veremos que não existem características muito diferentes entre eles. Vai mais do gosto pessoal e dos momentos para se utilizar.
 

Preço do Perfume Scuderia Ferrari Red e Black

Na hora de falarmos sobre preços, sempre devemos levar em conta que eles podem variar. Mais ainda, precisamos levar em consideração a data atual. No momento em que esta postagem é criada, temos uma média de preço, depois ele poderá variar para mais ou para menos.

Mas vamos ao que interessa, ou seja, sabermos qual a média de preço.

Bem, atualmente o perfumes Ferrari Red 125 varia entre R$ 120,00 a R$ 250.

Entretanto, procurando em sites como Mercado Livre, podemos encontrar preços menores.

Numa busca rápida consegui encontrar um por R$ 89 e outro por R$ 99. Porém, nenhum dos dois me passou confiança de ser um produto legítimo.

Lá achei outro por mais de R$ 800. O que é estranho, pois lojas da internet como a Americanas, por exemplo, é que me confirmaram a média de preço que dei aqui. Ou seja, 800 me parece muito caro.

Quando for comprar no Mercado Livre, nesses casos, é sempre bom vermos não só a qualificação do vendedor, como também devemos procurar a opinião sobre os compradores do produto.

Em resumo, o Scuderia Ferrari Black 125 ml está na média dos R$ 120. Lembrando que existe também uma opção 150 ml um pouco mais cara.

Já o Scuderia Ferrari Red é um pouco mais caro. Este pode ser encontrado entre R$ 150 ou passando dos R$ 200. Portanto, vale a pena dar uma boa pesquisada nas lojas antes de comprar.

Enquanto isso, as versões do Scuderia Ferrari Black e Red 75 ml apresentaram uma variação de valor bastante confusa. Sobre eles, prefiro não me manifestar tentando calcular uma média geral de preço.

Acontece que os valores dos de 75 ml são bem parecidos com os dos de 125 ml. Isso pra não dizer que em algumas lojas online são vendidos mais caros. Bem confuso!


Motor flex falhando na troca de combustíveis: o que é? Por que acontece? Como solucionar ou evitar?

Trocar o combustível no carro com motor flex e verificar que agora está falhando. É realmente um problema frequente para quem tem esse tipo de motor. Porém, por que acontece? É possível solucionar? Como se pode evitar? Responder essas perguntas é o que pretendemos fazer neste artigo. Confira!


Motor flex falhando por conta da troca de combustível, infelizmente, é algo mais comum do que possa parecer. Mas na maioria das vezes basta uma visita à concessionária para resolverem o problema no parâmetro de reconhecimento de combustível do módulo da injeção eletrônica.

Pois é, a maioria dos problemas dos casos de motor falhando na troca de combustíveis se dá exatamente por conta de um erro de reconhecimento da parte eletrônica do seu carro.
Imagem: Mario Roberto Duran Ortiz

Porém, é sempre bom entender como isso acontece, pois nem sempre a causa da falha será um erro de reconhecimento de combustível. Também é interessante sempre esclarecermos quais os procedimentos tomar quando se troca totalmente o combustível do seu tanque nos carros flex, pois sempre que os devidos procedimentos não são tomados, acontece esse erro. Então, vamos por partes:

Como acontece o erro no reconhecimento do combustível?
Nos carros flex, o módulo da injeção eletrônica precisa reconhecer qual o
combustível utilizado no momento para que assim possa manter uma linha padrão de estequiometria. Para isso, o sistema tem que realizar uma análise com a maior precisão possível. Portanto, analisará o combustível até os números se tornarem estáveis, tornando-o padrão.

No entanto, para que isso aconteça, temos que levar em conta que, quando trocamos o combustível no tanque, ainda há um caminho para percorrer até chegar nos bicos injetores. Esse fator é importante para entendermos a necessidade do procedimento a se tomar quando deixamos de usar álcool para usarmos, ou vice-versa.

Por isso, se faz necessário, sempre, darmos uma volta longa para que o combustível antigo deixe o sistema do carro e o módulo reconheça o novo padrão.

O que fazer quando trocamos o combustível do carro flex?
Esse é um processo bastante simples. Imagine que você esteja usando álcool há algum tempo e agora deseja trocar para gasolina.

O primeiro passo, logicamente, é eliminar o álcool do tanque de combustível. Só abastecer gasolina quando, pelo menos, o tanque chegar na reserva.

O número chave aqui é “15”. Isso porque recomenda-se que o abastecimento com novo combustível seja maior do que 15 litros. Depois disso, se deve andar por 15 km, pelo menos, para que assim o combustível antigo possa ser totalmente trocado pelo atual e o sistema possa reconhecer este com padrão.

E se mesmo com o procedimento o problema continuar?
O normal é que realizado o procedimento indicado acima nas renovações de combustível em carros flex, o problema de motor falhando seja solucionado. Por isso, se o problema persistir, não há dúvidas que você necessita ir até o mecânico para verificar, pois o problema poderá ser outro que acabou tendo os sintomas coincidindo com a troca de combustível, como por exemplo, problema nas velas. 

Novo JAC T6: uma nova opção de SUV no Brasil

O novo JAC T6 pode ser uma opção de carro completo e por um preço bem abaixo da média nacional. Confira aqui os detalhes!


O novo JAC T6 é a mais nova opção entre os carros SUV no Brasil. Além da montadora chinesa ter se dedicado ao visual e também incrementação de tecnologia, o preço é um atrativo em potencial, pois o seu valor máximo beira à media dos seus concorrentes diretos no mercado nacional. No entanto, o câmbio automático, tão desejado e pedido, não é uma realidade neste lançamento.

Mesmo assim, o JAC T6 não deixa de ser um peso para a concorrência, pois é um carro completo, podemos dizer, desde sua versão de entrada. Isso, claro, com algumas ponderações. É certo que a maior parte dos equipamentos estão na versão top de linha. E é exatamente isso que iremos conferir aqui! Saberemos o que há de mais importante nesse SUV e também veremos os seus preços.

Design e dimensões

Na questão do design, realmente não há nada muito impressionante. O T6 é sim um carro com boas linhas e o acabamento agrada, porém, dentro da média em geral. Mas vale dar uma olhada nos acessórios que integram a versão top de linha (Pack 3), que deixam o veículo um tanto quanto mais elegante, como, por exemplo, as rodas aro 17 polegadas personalizadas.

Suas dimensões também estão dentro da média. O porta-malas de 610 litros é ideal para um carro familiar do tipo. Depois temos 4,47 metros de comprimento, 1,67 de largura e 1,84 de altura.

Motorização

Os dados disponíveis mostram uma boa performance para o T6 da JAC Motors. O carro consegue obter 155 cv de potência e 19,9 kgfm com o uso de gasolina, ou então 160 cv de potência e 25,5 kgfm com o uso de etanol. Nisso, vai de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos e alcança a velocidade máxima de 186 km/h.

O motor embaixo do capô é o VVT 2.0 de 16 válvulas. Com isso, é possível que exija aceleração elevada em alguns pontos específicos para obter a performance necessária do carro na estrada ou dentro da cidade. Já a mudança de marcha é manual. Infelizmente não há a opção de escolher o câmbio automático.

Tecnologia, segurança e conforto

Como é já sabido dos carros chineses, o T6 segue aquele esquema de trazer vários acessórios de fábrica. Sendo assim, ele não é o que chamam de “carro pelado”.

Além do já esperado ABS com EBD, direção hidráulica, ar-condicionado e airbags, o JAC T6 possui uma série de comodidades por conta de sua central multimídia. A começar pela tela, que pode se integrar ao smartphone, porém, para obter o melhor funcionamento, se aconselha o uso do sistema operacional Android. A versão top de linha ainda oferece câmera de ré.

Preços e versões do novo JAC T6

  • JAC T6 Pack 1: R$ 69.990;
  • JAC T6 Pack 2: R$ 73.990;
  • JAC T6 pack 3: R$ 75.990.